Segredo

Já tive vergonha de dizer que sou da favela
Já tive vergonha de me aceitar e respeitar como gay
Tive vergonha de dizer o quanto sentia fome
Tive vergonha de afirmar que pra religião eu caguei

Vergonha do meu vocabulário
e da minha voz estranha pra caralho

Senti vergonha até da minha vergonha
e de escrever cartas de amor para quem amo

Já tive vergonha dos meus antepassados Continue lendo “Segredo”

Memória Viva Guarani

Todo brasileiro que preza pela nossa pátria amada deve dar atenção e amor aos indígenas. Eles são os povos mais antigos daqui. Resistem até hoje mesmo diante de tanto preconceito, no meio do capitalismo degolando universos e digitais.

Eu amo a minha cultura periférica, próxima de matas e aldeias.

Sou um dos poucos que lutam pela raiz da minha história. As favelas foram tomadas pelo poder e hoje muitos estão perdidos e sem sonhos. Ao ouvir esta obra de Ñande Reko Arandu, sinto a luz me preenchendo a alma.

Desejo que seja um combustível para você também…

 

D.

Poderosa Oração Matinal

Fonte

“Agradeço por este novo dia, pelos pequenos e grandes dons que colocaste em nosso caminho a cada instante desta jornada. Agradeço pela luz, pelo alimento, pela água, pelo trabalho, por este teto, pela beleza de tuas criaturas, pelo milagre da vida, pelas crianças, pelo gesto amigo, pelo amor que nos sustenta e protege. Agradeço pela surpresa de tua presença em cada ser, pelo teu perdão que nos faz crescer, e pela alegria de ser útil, servindo à humanidade e aos que nos cercam. Que no dia de hoje possamos nos tornar melhores. Abençoa Eterno, o nosso dia, os nossos corpos, nossos familiares e amigos.

Amém.” Continue lendo “Poderosa Oração Matinal”