Vera

Quase agora eu era uma criança indefesa
Com preocupações pequenas
Não vivia sem minha mãe
Corria, caía e me surpreendia
com coisas raras como um arco íris

Hoje faço o possível pra gostar do espelho
Fecho meus olhos incansáveis
Pra lembrar de minha guerreira
Lento, ergo e me comovo, ainda
com coisas belas como um raio de sol

O tempo é uma flecha que acerta a gente morosamente…

Sou grato, apesar de tudo
Não vejo outra solução a não ser amor

Vera, Vanda, Ivone, Sueli, Paulo
Sinônimos de luta e resistência
(heranças das mais úteis)
Conheço deveras o amor devido a elas!
Suporto perder e recomeçar

Ancestrais de Maria são crias do mar.

(28/01/2020)
para Tia Vera.
diego rbor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s