Ratos do Sistema (Irmãos da Morte)

Todo cuidado;

No Centro tem verme e o dobro de rato
só hoje já pus pra correr uns quatro!
Quiseram levar minha brisa e o meu celular
só tiveram prejuízo e uma noite de azar
_
Sou de quebrada, não fujo da missão
sei me defender, não tenho medo de pilhão
Vítimas do sistema não é desculpa
pra roubar batalhador depois da labuta
_
Saiba, larápio de brisa e mente pequena
Um dia a casa cai, você é igual ao sistema!
_
Pense bem antes de perseguir o trabalhador
Sem amor garanto: você não aguentará a dor!
_
O Centro está apagado
Segurança utópica, largado
Dez da noite sob os olhos da lua
E dos ratos transeuntes da rua
_
Praticam assaltos em plena Rio Branco
Gangs que nunca desceram um barranco!
_
A cidade não pára
A cidade só cresce
O de cima, sobe
O de baixo,
Desce
_
Quem lucra com um hospício desse?

_

_

A ARTE LIBERTA! ® 2018 Todos os direitos reservados © diego rbor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s